17 março 2013

Quem eu realmente sou?


Às vezes  costumo esquecer quem eu realmente sou e para me lembrar da minha verdadeira personalidade visito meu blog e leio todas as minhas postagens antigas.  Quando as revejo percebo que não sou esse rapaz metido a tarado ou que está no meio de pessoas influentes e bonitas. Na verdade sou apenas um jovem cheio de dúvidas e com poucas respostas. Sou apenas mais um em busca de alguém que possa me ouvir quando eu estiver triste e que possa me dar um amor que os outros não dão. Sinto que esse, realmente, é o meu verdadeiro eu. 

Eu tenho que parar de tentar chamar a atenção dos outros, não estou ganhando nada com isso, apenas pessoas que querem algo de mim, como indicações, empregos ou qualquer outra coisa do gênero. Chega de ser assim, é hora de voltar ao ser o velho e verdadeiro Ramon., mesmo que isso faça que muitos se afastem. 

1 Comentários:

Ahcor disse...

De fato é muito importante sermos nós mesmos, mas ao longo do tempo nos mudamos, nos adequamos, criamos expectativas, opiniões, repulsas e empatias, mas isso faz parte de cada um de nós. Mas, sobretudo, acredito que o mais importante é se comportar de forma a se sentir bem, natural e satisfeito consigo mesmo.