22 setembro 2013

Resenha do livro Um homem de sorte do autor Nicholas Sparks

 
“Mas não estava em outra época e lugar, e nada daquilo era normal. Trazia a fotografa dela consigo há mais de cinco anos. Atravessou o país por ela.” “Era estranho pensar nas reviravoltas que a vida de um homem pode dar. Até um ano atrás, Thibault teria pulado de alegria diante da oportunidade de passar um fim de semana ao lado de Amy e suas amigas. Provavelmente, era exatamente isso de que precisava, mas quando elas o deixaram na entrada da cidade de Hampton, com o calor da tarde de agosto em seu ápice, ele acenou para elas, sentindo-se estranhamente aliviado. Colocar uma carapuça de normalidade havia-o deixado exausto. Depois de sair do Colorado, há cinco meses, ele não havia passado mais do que algumas horas sozinho com alguém por livre e espontânea vontade. (...) Imaginava ter caminhado mais de 30 quilômetros por dia, embora não tivesse feito um registro formal do tempo e das distâncias percorridas. Esse não era o objetivo da viagem. Imaginava que algumas pessoas acreditavam que ele viajava para esquecer as lembranças do mundo que havia deixado para trás, o que dava à viagem uma conotação poética. prazer de caminhar. Estavam todos errados. Ele gostava de caminhar e tinha um destino para chegar.
Terminei de ler o livro Um homem de sorte a mais de duas semanas, porém estava com medo de escrever uma resenha por não ter muito domínio da linguagem escrita. Hoje resolvi me arriscar e falar um pouco de como foi a experiência de ler meu primeiro livro do autor Nicholas Sparks.

Ao começar a ler o livro fiquei meio perdido, pois a estória começa com um suposto policial fazendo algo que toda a sociedade considera ridículo. Cheguei a pensar que tinha comprado o livro errado, pois jamais imaginaria o personagem principal sendo um total retardado mental. Depois de me aprofundar melhor na leitura percebi que o livro era dividido em partes, onde cada personagem ganhava destaque na narração.Para minha alegria o mocinho da história não era o policial Clayton, mas sim o rapaz com cara de hippie chamado Thibault.

Depois que entendi como era a organização do livro ficou mais fácil interpretar a história, sendo que nunca havia lido uma resenha do mesmo, então nem imaginava qual seria o motivo que levaria ao personagem Tribault andar do colorado até Hampton, cuja a distância é aproximadamente 30km.O bom é que não precisei chegar ao final do livro para saber disso, o autor gosta sempre de lembrar dessa longa caminhada, mas não de uma forma ruim, pois foi nela que Tribault conseguiu pensar em tudo que já havia passado e também naquilo que ainda estava por vir.

Não gosto de detalhar muito a estória, pois acho mais interessante que vocês se surpreendam assim como eu ao decorrer da leitura.De qualquer modo, saibam que o livro não é só sobre um casal apaixonado, mas sim sobre o destino, sorte, problemas familiares e sobre um lindo cachorro chamado Zeus.A minha palavra final sobre o livro um homem de sorte é: LEIAM.

8 comentários:

Juliana Lira disse...

Vi o filme esses dias e acho que o livro pode ser legal.
Apesar dessa dificuldade que vc falou que teve a princípio pra entender a organização do livro, deve ser legal.

Beijos

www.reticenciando.com

danielle disse...

adorei a resenha muito boa me deixou
com mais vontade de ler
gostaria de saber quanto vc pagou no livro?

A.V Scarlet disse...

Quero muito ler, já vi o filme, e os comentários não foram dos melhores, mas nunca me decepcionei com Nicholas Sparks então quero muito ler o livro!
Seguindo, queria te convidar para conhecer o meu cantinho também.
Abraços,
Scar.
http://wonderlandmundodoslivros.blogspot.com.br/

Bia Muniz disse...

Gostei, parece ser bem legal, bem do tipo que gosto..Passa no meu blog pra conhecer tb, se gostar e seguir, sigo de volta!!!
www.makeolatras.blogspot.com.br
Bjsss =]

Luciano Santiago disse...

Não vi o filme, mas, fiquei satisfeito com o livro e agora com sua resenha!
Parabéns!!!

Jéssica Karinne disse...

No início tive a mesma dificuldade que você, porém quando comecei a me envolver com os personagens e com o rumo que a estória daria adorei por completo. Ainda não vi o filme, tenho medo de me decepcionar, porém farei isso para que possa comparar com o livro. A resenha ficou muito boa, parabéns.

Daniele C. S. disse...

Ainda não li esse livro, até agora só conheço Diário de uma paixão dele, agora vou ler A última música, e estou o sorteando em meu blog, passa lá e participa,bjos!

Aritana Turquete disse...

Eu já li o livro e assisti ao filme. O livro me chamou muito mais a atenção. Achei que o Zac Efron, que interpretou Logan no filme, não se encaixou. O livro passa outro físico e isso com certeza afetou minha imaginação, digamos assim. E algumas outras coisinhas que achei "estranhas"(podem ver aqui no meu blog: http://aritanaturquete.blogspot.com.br/2013/08/livro-x-filme-um-homem-de-sorte.html)
E como tinha lido primeiro (como prefiro) eu realmente me apaixonei pelo livro.

Beijos

Postagem em destaque

Começando o Projeto Fall Season do Banco de Séries com o seriado Greenhouse Academy

Sabe quando bate aquela insônia e você procura o que fazer pela internet? Pois é, resolvi participar de uma maratona de seriados propos...