13 abril 2014

Barrinhas de proteína, são boas opções ou não?


Devido a correria do dia a dia a maioria das pessoas optam por produtos práticos para se alimentarem. No caso dos praticantes de musculação, que sempre precisam de um lanche pré e pós treino, optam pelas famosas barrinhas de proteína. Porém, será que elas são boas opções? 

Composição 

Pela pesquisa que eu fiz a maioria das barrinhas de proteína tem 40g, sendo que pelo menos umas 15g são de proteínas adquiridas por meio do Whey Protein, soro do leite, umas 10g de carboidratos e algumas chegam a ter 8,5g de gorduras saturadas. Sem mencionar alguns conservantes e aromatizantes que fazem parte da composição da maioria. 

Recomendações e observações para quem busca emagrecimento

Para quem busca o emagrecimento penso que comer barrinhas de proteínas, ricas em gorduras e carboidratos, não seja interessante, já que entende-se que uma pessoa que busca emagrecer tem um maior número de gorduras acumuladas. Nesse caso recomendo que seja ingerido outros alimentos para reposição de  proteína, tal como o suplemento  Whey protein isolado, sem gorduras e carboidratos. 

Recomendações e observações para quem busca o ganho de massa magra 

Pessoas que buscam um aumento da massa magra não podem se dar o luxo de entrarem em um processo de catabolismo. Por tal motivo as barrinhas de proteínas podem ser consumidas, sendo que a quantidade de gorduras e carboidratos encontrados nelas serão ótimas opções para repor as energias durante os treinos. Lembrando que há opções mais baratas e saudáveis!

Recomendações e observações para quem quer fugir de conservantes e aromatizantes

Você que gosta de tudo mais natural e com menos conservantes possível, deve evitar comer algumas barrinhas de proteínas, já que a maioria contém conservantes e aromatizantes. Como disse antes, há maneiras mais saudáveis de repor as energias pré e pós treinos. 

0 Comentários: