13 junho 2016

Apreendendo um pouco sobre Necessidades Energéticas para praticantes de Esportes

ESPORTES,CALORIAS,GASTO ENERGÉTICO, EXERCÍCIOS FÍSICOS, FÓRMULA DE BOLSO, DESPORTES, COMPETIÇÕES, NUTRIÇÃO ESPORTIVA, NUTRIÇÃO, NECESSIDADE, ENERGIA, DESEMPENHO ESPORTIVO, MASSA MUSCULAR, DEFINIÇÃO, ALIMENTAÇÃO, SAÚDE, FITNESS

Para que se consiga suportar o gasto energético dos exercícios físicos, manter a força, a resistência, a massa muscular e a saúde em geral, é necessário que seja ofertado ao atleta quantidades de calorias suficientes. A quantidade de energia necessária e de nutrientes variam de acordo com o peso, a estatura, a idade, o sexo e a taxa metabólica. Além de levar em consideração o tipo de exercício praticado, sua frequência, intensidade e tempo das atividades desempenhadas. Resumindo em palavras simples, cada pessoa tem um gasto enérgico diário individual, pelo fato de todos terem organismos e rotinas diferentes. Agora ficou claro a razão de não conseguirem efeito ou terem malefícios seguindo a dieta que o amigo segue?

Pessoas que praticam exercícios físicos, incluindo a prática de musculação, 30 a 40 min/dia, três vezes na semana, podem alcançar suas necessidades nutricionais diárias seguindo uma dieta normal, aproximadamente 25 a 35 kcal/kg/dia. Isso significa que uma pessoa de 50 Kg, saudável e com percentual de gordura adequado, necessita em média de 1250 Kcal/dia a 1750 Kcal/dia. Deixando claro, que esta é uma fórmula de bolso. Há outros modos de calcular o gasto energético diário. Ressaltando, que outros fatores podem influenciar neste gasto. Quando falamos em dieta, podemos fornecer um plano alimentar com mais ou menos calorias de acordo com o objetivo nutricional que queremos atingir.

Como vocês já devem estar afiados em fazerem a fórmula de bolso, irei aprofundar mais um pouco. Um Atleta, que pratica treinamento INTENSO, isso significa que ele não para para conversar ou responder WhatsApp, de 2 a 3 horas/dia, cinco a seis vezes na semana, pode gastar um adicional de 600 a 1.200 calorias por dia, desta forma necessitando de cerca de 50 a 80 Kcal/kg/dia. Já os atletas profissionais, isso significa que vivem do esporte ou já o praticam a muitos anos, podem atingir um gasto energético de 7.500 a 10.000 Kcal/dia, dependendo do volume e intensidade das diferentes fases de seus treinamentos. Esse gasto pode corresponder, em média, a cerca de 150 a 200 Kcal/kg/dia.

Vocês perceberam que há muita diferença entre meros mortais que criaram vergonha na cara e praticam algum exercício físico, para aqueles que realmente vivem do esporte ou que participam de competições desportivas? Sendo que os atletas profissionais gastam mais que o triplo de calorias que uma pessoa comum. Levando em consideração, que eles têm uma rotina apertada, têm família e até mesmo outros trabalhos materiais, é necessário que o uso de suplementos seja requisitado. Porém, não significa que utilizar suplementos é algo essencial para aqueles que estão nas duas primeiras fases citadas neste texto.

O uso de suplementos legalizados e de qualidade, podem auxiliar no desempenho desportivo dos atletas, até mesmo porque eles necessitam de um aporte calórico muito maior. Deixando claro, que há vários tipos de suplementos ricos em carboidratos, proteínas e gorduras. Não necessariamente serão utilizados todos os suplementos presentes no mercado. Vai depender da necessidade individual de cada um. Lembrando, que o consumo descontrolado de qualquer suplemento e até mesmo alimento, podem causar malefícios a saúde, desempenho desportivo e controle de peso.

Texto escrito pelo Ramon Batista, estudante do 7º Semestre do curso superior de Nutrição, com base nas referências presentes no livro Krause – Alimentos, Nutrição e Dietoterapia, 12º edição.

INSTAGRAM: @RamonBatista_

0 Comentários: