12 junho 2016

Combustíveis para a contração muscular

Combustíveis para a contração muscular, Nutrição, Musculação, Dieta, Treino, IFBB, Atletas, Gasto de energia, Queima de Gordura, Contração, Músculos, Muscles, Garotos e Gatas Fit

As proteínas, as gorduras e os carboidratos são possíveis fontes de combustível para a contração muscular. Qual deles será utilizado para esta função, dependerá, principalmente, da intensidade do exercício e do seu tempo de duração.

Para entenderem melhor esse texto é de fundamental importância saberem que os carboidratos consumidos por meio de sua alimentação, podem ser armazenados no fígado e nos músculos, dando origem a um substrato energético chamado de glicogênio. Lembrando, que há uma quantidade limitada que o seu corpo pode armazenar deste substrato. Os demais excessos de carboidratos serão convertidos e armazenados como gordura.

Os praticantes de exercícios de alta intensidade e de curto tempo costumam utilizar como fonte de energia o glicogênio, principalmente o muscular, já que as gorduras demoram mais tempo para serem quebradas e transformadas em energia pelo organismo. Esportes como o basquetebol, futebol e natação são exemplos de atividades que requerem elevada utilização de glicogênio.

Durante atividades de moderada e baixa intensidade, a energia é proveniente principalmente das gorduras, porém, para que essas gorduras sejam quebradas e utilizadas como fonte de energia, é necessário a presença de carboidratos.

Quanto maior o tempo de duração de um exercício, maior será a contribuição de gordura como fonte de energia para a contração muscular. Deixando claro, que o tempo que um atleta levará para utilizar a gordura como fonte de energia, estará relacionado com o seu condicionamento físico e intensidade do exercício.

Se um atleta, ou até mesmo uma pessoa que está começando a praticar exercícios físicos, mantém uma rotina com atividades físicas, principalmente as aeróbicas, estes conseguem aumentar o número de mitocôndrias, responsáveis pela síntese de energia no organismo humano, conseguindo melhorarem a habilidade dos seus músculos para utilizarem todas as fontes de energia, principalmente gordura.

Este texto pode parecer um pouco confuso para pessoas que nunca foram ambientadas ao tema. Porém, é importante que saiam sabendo que os exercícios que vocês praticam, levando em consideração a intensidade e tempo, estarão relacionados com o tipo de substratos (carboidrato, proteína ou gordura) que serão utilizados como fontes de energia para contração muscular.



Texto escrito pelo Ramon Batista, estudante do 7º Semestre do curso superior de Nutrição, com base nas referências presentes no livro Krause – Alimentos, Nutrição e Dietoterapia, 12º edição.

INSTAGRAM: @RamonBatista_

2 comentários:

Claudio Reis disse...

Show de bola, dicas para quem treina ou quer entender como funciona proteínas, Carbo, em.nosso corpo...Parabéns

Claudio Reis disse...

Muito bom, principalmente para mim, que não sabia de muitas destas coisas, me policiarei mais nos meus treinos...obrigado e parabéns

Postagem em destaque

Começando o Projeto Fall Season do Banco de Séries com o seriado Greenhouse Academy

Sabe quando bate aquela insônia e você procura o que fazer pela internet? Pois é, resolvi participar de uma maratona de seriados propos...